segunda-feira, junho 25, 2007

VERGONHA PARA O MUNICIPIO E SEU PRESIDENTE




GASTAM-SE MILHARES DE EUROS EM FUTILIDADES COMO MAGIAS MAS AS RUAS PRINCIPAIS de todas as FREGUESIAS do concelho são como a que se vê no vídeo desta postagem. Não oferecem SEGURANÇA para ninguém e são um perigo para IDOSOS, crianças e todo o tipo de PESSOAS COM HANDICAPS. ONDE ESTÁ o sentido comum deste PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA. ONDE ESTÁ A SUA CULTURA DE SOLIDARIEDADE e o seu espírito cristão, como afirma ser. Parece-me que a prioridade da sua bendita cabeça é gastar 150 mil euros em publicidade para eventualmente comprar uns efémeros segundos de passagem na televisão, caso de Alcobaça fique entre as 7 maravilhas de Portugal... SÓ ISSO E NADA MAIS a VACUIDADE e a palermice andam à solta em Alcobaça...Alcobaça parece estar doente SE FOSSE POLÍTICO DA OPOSIÇÃO exigia ver as facturas descriminadas de todos os telefones da Câmara, INCLUINDO OS TELEMÓVEIS e fazia essa mesma exigência ao IPPAR para ver as do mosteiro, desde que abriu o concurso, até que este termine. Para que se tenha noção dos custos desses eventuais segundos de eternidade mediática que terá o Presidente de Alcobaça, pagos com o dinheiro público. NO ENTANTO, dinheiro para terminar as casas de banho públicas em frente ao mosteiro não há. Dinheiro para fazer as casas de banho no mosteiro também não... Será que estamos numa terra orientada por malucos?

19 comentários:

Ludovicus Rex disse...

Fiquei horrorizado com o video. devem de chamar a atenção desse edil e é Já!

Um abraço Fraterno

Antonio Delgado disse...

Passar por Alcobaça, estradas, povoações, é quase e, desculpa a expressão, como descer ao inferno de Dante. Ou estar nas pinturas negras de Goya ou na barca dos loucos de James Ensor.Este tipo de imagem capatada no video, deemonstra a insegurança para idosos, crianças e pessoas com handicaps o interior das povoações com respito à circulação automóvel. E no caso do Video é uma estrada nacional. O que ves é muito comum e por ser tão obvio ninguém liga porque pensam que tudo é assim enm tod a parte e depois porque não têm padrões de comparação. No caso do presidente além de pessimo politico é pior cidadão senão nesa condição já se tinha apercebido destes graves problemas. Com ele, Alcobaça está perante perante um gravissimo problema de cultura e desenvolvimento além de sanidade mental colectiva e publica . Neste deserto que pode ser considerado toda a REgião de Alcobaça, honra seja feita ao Vereador da CDU que de viva voz, escreveu sobre o embuste das sete maravilhas, num jornal local. Só espero que não perca a embalagem porque há muito para denunciar. E faço votos para que o Rogério volte a ser a consciecia critica de Alcobaça. Quanto ao presidente da camara, as actitudes dele estão à vista, são mesmo de pessoa que não esta bem da cabeça. E parece que a oposição segue o mesmo caminho...esta terra ESTA GRAVEMENTE DOENTE e orientada por gente descerebrada . LUDOVICUX Agradeço-te que divulgues a postagem apesar dela ser horrivel, seria um enorme serviço a esta causa publica que é elevar e ajudar a ganhar sentio critica às pessoas que vivem nesta linda REGIÃO . Um franco e apertado abraço fraternal
Antonio

Alzira Henriques disse...

Olá António,

Esta é a trista realidade com que nos deparamos todos os dias em Alcobaça e em muitas outras cidades e vilas de Portugal.
Os políticos actuais, ou a maioria deles, não olha nem vê estas carências porque somente lhes interessa obra que "encha o olho" e lhes dê votos. As prioridades inverteram-se e, em vez de se servir o povo, servem-se interesses individuais e partidários de vencer eleições. E, assim se vão gastando milhões e o bem-estar do povo permanece em baixa cada vez mais.
Há dias fotografei umas crianças que descendo do autocarro escolar e dirigindo-se para casa, tinham como único passeio a própria estrada de alcatrão, sem bermas por minúsculas que fossem.
Os políticos de hoje desconhecem o sentido de interesse público, ou pelos menos deturpam-no a seu belo prazer e, há que retomar o caminho desse interesse, denunciando e exigindo maior atenção e consciência social.
Por outro lado, o baixo índice de escolaridade e alfaberização do nosso povo não lhe dá armas para combater este flagelo e, assim lá vão ganhando eleições Fátimas Felgueiras e outros iguais.
É uma vergonha.
Como cidadã tenho que te agradecer por desmascarares estas situações de incúria.

Bjo

A. João Soares disse...

Não sou de Alcobaça, nem tenho qualquer interesse pessoal no que se passa neste concelho. Mas, como cidadão, fico chocado que no meu País se passem coisas deste género sem que os políticos procurem satisfazer as necessidades mínimas do povo, em segurança nas estradas, no esclarecimento e no alerta às inteligências por forma a melhorar as capacidades das gentes menos dotadas de capacidades.
Pelos vistos os «boys» da oposição também não se interessam pelo povo, a não ser em vésperas de eleições para lhes sacarem os votos.
Com tais indígenas, o País não pode singrar e chegar a bom porto. Fez bem o Rogério e é preciso dar-lhe todo o apoio. É indispensável que se faça eco de todas as misérias morais e de saúde mental que caracterizam grande parte dos políticos que só pensam nas suas vaidades e no seu interesse pessioal

Ema Pires disse...

Querido António,
A questao é que às vezes essas pessoas que estao no poder nao entendem o que significa democracia, e deixo-te aqui um pensamento do Gandhi:
"O espírito da democracia nao é algo mecânico que se possa ajustar pela aboliçao das formas. Necessita uma mudança no coraçao."
Beijinhos

Zé Povinho disse...

É uma vergonha! Talvez também possam dizer ao senhor Sapinho que agora nem dá para ir para atrás da árvore porque toda a gente vê.
O Mosteiro é uma maravilha mas casas de banho são necessidades básicas que não podem ser descuradas.
Abraço

Jose Gonçalves disse...

Caro António

Se lhe interessar algumas fotos sobre situações semelhantes tenho-as em arquivo.
Cá por S. Martinho acontecem coisas interessantes que se assemelham.
Já reparou por exemplo nos inúmeros taipais que são postos nas obras?
Chegam a entrar pela via dentro reduzindo não só o espaço de circulação de veículos, como quem os coloca se fica nas "tintas" para as dificuldades que idosos, crianças, deficientes, carrinhos de bebes, no fundo peões em geral, porque ninguém lá consegue passar sem que tenha de invadir a via de circulação automóvel.
São as intrigantes ligações entre autarcas e construtores...
Mas olhe meu caro, cada povo tem os autarcas que merece...
E não aprendemos, vamos repetindo os mesmo erros eleições após eleições...
É o triste cenário das cidades, vilas e aldeias de Portugal...
Um abraço
José Gonçalves

Mário Margaride disse...

Olá António,

É o país que temos. Os autarcas que temos. Os políticos, e os partidos que temos.

Em resumo: é Portugal!

Grande abraço!

João da Silva disse...

Caro António

Parabéns por mostrar a triste realidade, dos oportunistas que andam a delapidar o nosso dinheiro.

O sugeito que se senta na cadeira de Presidente, não é cristão ,longe disso, vai á missa para enganar os patetas.

O tipo tem um "MBA em hipocresia", e segundo o Presidente do Juri desse MBA foi dito que a nota de excelente com distinção, era curta face a tamanhas "qualidades do candidato" demonstradas nessa especialização.

O tipo está-se nas tintas para os cidadãos deste Concelho, ele quer é andar de motorista privativo, gosta de ser lambido pelos dependentes , gosta de receber os mais de 10000 euros por mês, adora que lhe digam que ele é o maior, e ai de Presidente de Junta que não ponha o nome dele numa qualquer pedra.

Os lacaios até dão recados aos Presidentes de Junta sobre a colocação das pedras.

Pode crer , tudo o que possa escrever sob a personalidade do dito será pouco, pois nunca chegará á realidade absoluta.

O tipo simplesmente não presta

CB disse...

Olá

Pois é, o homem não sai do Gabinete, não conhece o Concelho e muito menos seria capaz de se deslocar sem motorista pois não faz ideia onde as localidades estão.

Parece mentira não parece? pois , mas é infelizmente verdade.

Quem trabalha com ele sabe que é assim.

Preocupar-se com estas coisas será certamente coisa que não vai acontecer.
As prioridades dele são outras!!.

Deserto já tem, com placa e tudo.

Avaliando o que vem dizendo, sobre os túmulos de D.Pedro e D. Inês, agora já deve estar a pensar na Construção da Pirâmide que com a ajuda do Arquitecto do Concelho deverá ser edificada em frente do mosteiro.

Não se esqueçam que o tipo já tem 70 anos e há que pensar nestas coisas.

Claro enquanto o projecto da Pirâmide não se acaba, sempre se vai tentando fazer alguma coisa para satisfazer a vaidade doentia .

Que Deus nos valha, pois que com esta oposição , ainda acabamos por ter o sugeito mumificado em frente do Mosteiro.

Ao menos que o todo Poderoso faça com que ele arranje lugar para os seus colegas de Partido, assim como para os oportunistas da Oposição.

Assim ficaremos um pouco melhor.
CB

papagueno disse...

Mas há dinheiro para gastar em promoções "Maravilhosas". Um edifício aberto ao público tem que ter casas de banho.
Os nossos autarcas estão cada vez pior; quando não são incompetentes ou corruptos só querem autopromoção.
Um bom exemplo é a Câmara de Lisboa, 12 candidatos e eu não sei se votaria em algum.
Um abraço.

papagueno disse...

Mas há dinheiro para gastar em promoções "Maravilhosas". Um edifício aberto ao público tem que ter casas de banho.
Os nossos autarcas estão cada vez pior; quando não são incompetentes ou corruptos só querem autopromoção.
Um bom exemplo é a Câmara de Lisboa, 12 candidatos e eu não sei se votaria em algum.
Um abraço.

Um Momento... disse...

Enfim...
S�o os governantes que temos :(
Um bom dia ... esperando melhores
(*)

FRANCISCO T PAIVA disse...

Caro António,
A finalidade do Decreto-Lei n.º 163/2006 de 8 de Agosto é precisamente estabelecer o novo (sic!) regime jurídico de acessibilidade a satisfazer no projecto e na construção de espaços públicos, equipamentos colectivos, edifícios públicos e habitacionais.

Porém, as acessibilidades urbanas são "pensadas" na pura lógica viária automóvel. As ruas transformam-se em vias rápidas, as construções não respeitam os afastamentos regulamentares aos eixos das vias, os muros dos quintais são implantados sobre as valetas, os passeios servem de "stands" de automóveis...

São os efeitos de um "urbanismo" regulamentar, sem desenho.

É fartar...!
_
http://obrar.blogspot.com/

Ema Pires disse...

António, deixei algo para ti no meu blogue.
Beijinhos
Ema

Ema Pires disse...

Sobre este vídeo, penso que Alcobaça é como a California, onde só se vai de carro para todos os sitios e as pessoas nao andam a pé, será?
Mas como pode haver, numa cidade como essa, ruas sem passeios? Isso vai contra qualquer lógica e o vosso presidente - o Sapinho - creio, nao sabe disso? Será que como vai sempre muito ocupado a telefonar no carro, nao vê o que passa à sua volta. Deve ser isso. Mas quando entrar neste blogue verá a luz e fará o necessário. Tenho a certeza!!! Nao crês António?
Beijinhos

Freyja disse...

te dejo muchos cariños y no me des las gracias, te mereces ese honor amigo
que la semana siga linda, mil besitos


besos y sueños

al cardoso disse...

De facto uma arteria com esse movimento, sem condicoes de seguranca para os peoes e incrivel!

Um abraco d'Algodres.

Ludovicus Rex disse...

Venho aqui nomear-te como “blog ativista”, passa no meu blog e retira o banner para colocares no teu.