quarta-feira, setembro 19, 2007

DESCOBERTA SURPREENDENTE


As universidades americanas, são muito afeiçoadas a fazer estudos bastante chocantes sobre toda a classe de assuntos, e de vez em quando surpreendem-nos com descobrimentos que nunca teríamos imaginado.

Agora, ao que parece, um estudo da Universidade de Nova York , demonstrou que o cérebro das pessoas de tendência “ esquerdista” funciona de maneira distinta ao dos que são de “direitas”. Os científicos chegaram à conclusão de que as diferenças se dão no momento de improvisar perante situações inesperadas, onde os de esquerda se mostram mais flexíveis que os conservadores, aos que ao parecer lhes custa mais trabalho reagir se querem mudar de hábitos. De todo isto se deduz que os chamados “progressistas” são mais inclinados e abertos a variar de opinião, e os de direitas mais fechados às mudanças. Demasiado de livro, não é?
Felizmente, o estudo termina dizendo que o voto não está determinado “apenas” pela actividade neuronal; influem muitos factores educacionais e culturais. Esqueceram-se de nos dizer o que se passa com os neurónios dos que não somos “adeptos” nem de uns nem de outros. Alivia-me muito pensar que pertenço a um grupo que podíamos chamar de “neurónios livre”. Estes americanos!

O texto por ser divertido reproduz-se e é uma carta extraída da secção de cartas ao director do jornal El Pais de hoje 19/9/2007. Foi enviada pela senhora Maribel Egido Carrasco. Coca , Segóvia. A noticia que considera esta senhora, foi publicada no mesmo jornal em 17/9/2007

17 comentários:

Zé Povinho disse...

Bolas, fiquei também sem saber como é que funciona o meu cérebro, o que me vai ajudar a dormir melhor, já que não pelo menos fiquei ciente que não funciona tão mal como o dos políticos da nossa praça.
Abraço do Zé

Ema Pires disse...

Isto é que é um grande achado! Nao era necessário fazer tantos estudos para chegar a essa conclusao. Com as pessoas que conheço, já reparei, sem ser Dra. da Univrsidade de Nova Iorque, que em geral as de esquerda sao mais abertas e tolerantes do que as de direita. É algo bastante patente na política e na sociedade em geral. Fico contente de ter também a neurona da liberdade e da flexibilidade de ideias. Como o Zé povinho vou dormir melhor esta noite.
Fez-me muita graça esta postagem.
Beijinhos

Ema Pires disse...

Isto é que é um grande achado! Nao era necessário fazer tantos estudos para chegar a essa conclusao. Com as pessoas que conheço, já reparei, sem ser Dra. da Univrsidade de Nova Iorque, que em geral as de esquerda sao mais abertas e tolerantes do que as de direita. É algo bastante patente na política e na sociedade em geral. Fico contente de ter também a neurona da liberdade e da flexibilidade de ideias. Como o Zé povinho vou dormir melhor esta noite.
Fez-me muita graça esta postagem.
Beijinhos

Ludovicus Rex disse...

Interessante estudo... Bem ao que parece o meu funciona de uma forma mais flexível...
Um Abraço Fraterno

A. João Soares disse...

Muito interessante!!! E onde fica o nosso poder de decisão, o nosso livre arbítrio? Parece que a mulher que lia a sina nas festas da minha aldeia tinha razão: Nada adianta porque tudo está nas linhas da palma da mão desde pequeninos, Não adianta tentar alterar!!!
Mas quanto a abertura, pois, não há dúvidas. Há pessoas mais cautelosas e não gostam de novidades e há outras que mudam com mais facilidade e isso faz uns em política encostaram à direita e outros à esquerda. Quando são sinceros e honestos todos merecem respeito. A culpa nem é deles!!!
Um abraço

Beezzblogger disse...

Pois então eu serei flexível, tolerante e até mudo de opinião, quando sinto e me comprovam estar errado. Serei de esquerda? Terei a liberdade na alma? Bom de esquerda, sou certamente, embora não me conotando com nenhum partido, simpatizando sim com um ou outro, e como diz A João Soares, bons políticos há-os em todos os quadrantes, basta que sejam sérios e honestos.

Assim sendo, serei mais um, ideologista de esquerda, mas com a liberdade na alma, sem amarras...

Abraços do Beezz

C Valente disse...

Americanices será?
Bom fim de semana
Saudações amigas

Freyja disse...

simepre un tema interesante, te felicito
te dejo muchos cariños y un buen fin de semana, que estes muy bien
gracias por tu compañia
mil besitos


besos y sueños

Sophiamar disse...

Passo para te agradecer os gentis comentários que deixaste no meu blog. Voltarei para comentar este post que, apesar de ter lido, merece mais palavras.
Volta sempre. As portas estão abertas.
Muito obrigada.

Beijinhos

Um Momento disse...

Hum...
Em primeiro lugar... o meu cérebro diz -me que tenho que ir ler os teus posts atrasados( ausente um pouco e depois é isto)
Depois diz me... se não posso ficar no centro??
è que isto de direita e esquerda:)))))))~~

Bom dia !!!
Desejo um dia muito lindo

PS: volto 2ª para ler com mais calma lá em baixo
;o)))
(*)

david santos disse...

Eu não sei se serei mais ou menos tolerante do que alguém. Sei que, penso, claro, que não estou nem num lado nem no outro. Sou aquilo a que se chama apolítico. Embora haja quem diga que ninguém; seja quem for, esteja livre desta maldição. Talvez os responsáveis daquela Universidade não tivessem conhecimento de que "maníacos" como eu existissem, porque se soubessem o estudo naturalmente teria de ser outro.
Parabéns, António. Sempre boas postagens.
Bom Domingo.

al cardoso disse...

Se ha muitas coisas em que estou em desacordo, com muita gente deste meu pais de acolhimento e com esquerdas e direitas, oitos e oitentas e coisas semelhantes!

Se a vida fosse assim tao simples, mas nao, existem tambem os dos meios, neste caso tambem serei "neuronio livre"!!!

Um abraco do d'Algodres.

o guardião disse...

Devo ter um cérebro que foge à lógica que determinou o estudo - sintp-me mais descansado!
Cumps

Ema Pires disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ANTONIO DELGADO disse...

Amigo David,

Não sabe quanto estimo os seus comentários, sem menosprezar em NADA, os demais comentadores deste blog, que muito admiro e cuja participação devo o estímulo para mantê-lo. Mas seria falta de reconhecimento e injusto da minha parte se não dissesse que o amigo David partilha um lugar muito especial neste espaço, devido não só às suas observações elevadas e sempre muito justas e perfeitas e por ter sido o PRIMEIRO COMENTADOR fora do âmbito dos meus amigos a deixar as suas impressões, neste modesto e singelo blog. Um blog que pretende apenas desabafar sentimentos, denunciar as tropelias de uma terra que é a minha e que amo mas, infelizmente é governada e animada nas formas que vou referindo. O espaço pretende ser solidário com os que sofrem na carne e na alma as tropelias de gente má e sem escrúpulos, ou os infortúnios da vida contra os quais nada podemos fazer senão dar isso que temos a nossa solidariedade. Tal como tenho admiração e especial afecto por um blog em cujo espírito me inspirei para conceber este, tenho também admiração e especial afecto pelo David devido ao que deixei expresso. E,num momento em que ando num estado de espírito, que não é o meu melhor a sua presenças por aqui é um enorme laxativo.

Sobre a postagem ela fala por si, não inventei nada mas parece-me um bom momento de humor académico.

Um abraço bem fraterno amigo David
António

Sophiamar disse...

Finalmente, amigo!Ontem tentei, por todos os meios, deixar-te aqui um comentário, como havia prometido, mas não consegui. Finalmente posso deixar a minha opinião. Eu quero ser flexível, tolerante, justa, solidária ... se sou de esquerda,talvez, mas que é do lado esquerdo que está o meu coração é verdade.E ele ajuda-me muito na defesa dos mais pobres, dos oprimidos, daqueles que há muito perderam a voz. Reconheço que erro, quando assim acontece, mas eu pensava que isto era uma questão de inteligência!que modesta!).
Agradeço os comentários que tens deixado no meu blog.
Muito obrigada pelas palavras bonitas que lá deixas. Bondade tua.
Beijinhos

Annie disse...

Este dibujo querido Antonio es realmente significativo, muchas veces reflexiono acerca incluso de de las personas que tenemos tan claro que "somos libres", porque hay tantas maneras de que el sistema de control de manipulaci�n independientemente de la pol�tica y la religi�n nos tengan agarrados!!! hay demasiados chips mentales disfrazados de m�ltiples formas: consumismo, necesidades creadas en todos los niveles, chips emocionales que llegan con sutilmente para enganacharnos a la droga de la excesiva nostalgia... existen demasiados falsos paises de Alicia que no son una maravilla aunque se disfracen de eso y suficientes trampas por las que debemos estar alertas, si nos hace estar demasiado tristes, no nos da alegr�a, si nos pone demasiado de mal humor: ALERTA ROJA!!!! nada merece que nuestra chispa interna se debilite y nuestros ojos lloren demasiado...Um fuerte abrazo de Ana