segunda-feira, janeiro 14, 2008

TGV EM ALCOBAÇA

De facto são, muitas as obras de relevo que o Dr. Sapinho vai deixando no concelho. Todas elas fizeram as populações felizes e contentes e elas mesmo estão mais ricas e felizes porque o seu futuro é risonho e o concelho tornou-se num espaço invejável para empresários porque neste momento Alcobaça excede todas as expectativas de sucesso em empreendorismo, ideias, inovação, gestão, defesa do ambiente, preservação do património histórico, artistico e arquitectónico,criatividade dentro e fora do concelho e em Portugal. De aí a enorme fixação de pessoas pelo muito emprego que há. Infelizmente só a falta de casas para tanta procura, fez com que muitos fossem viver para os concelhos limítrofes.

Talvez pelo reconhecimento de um trabalho de sapa exercido pelo Dr. Sapinho nestes dez anos de governo autárquico, a RAVE, terá presenteado o nosso autarca com mais um êxito de calibre para juntar ao seu esplêndido curriculum. Passar o TGV dividindo o concelho em dois é das melhores coisas que ele esperava para as suas ambições e "as populações também". Agora poderá descentralizar serviços, como prometeu, criando o concelho de Alcobaça Oeste e Alcobaça Este. Um governado por ele e a outra parte governada pelo, Sr. Carlos Bonifácio ou o Dr. Paulo Ignácio. Por certo criaria mais empregos nesta terra e aumentaria ainda mais o rendimento per capita das populações, o que faz inveja às populações dos concelhos vizinhos, por tanto êxito económico, social e cultural do nosso concelho. O TGV, além de ser uma infra-estrutura das mais modernas que há, dará ao município um PLUS que lhe faltava. Tal era o desejo do Dr. Sapinho e foram muito hábeis as negociações feitas com as entidades envolvidas. Todos nós sabemos como ele é determinado neste tipo de situações: UM PERITO DE ALTO GABARITO. Ele e todo o staff que o coadjuva. Da minha parte lamento que não tenha conseguido para Alcobaça uma estação do TGV como almejava... Mas com a sua persistência, determinação e clareza de ideias, ainda nos dará muitas mais surpresas. É sabido que desde que o Dr. Sapinho é presidente, Alcobaça e os habitantes deste histórico concelho só têm visto passar comboios e desta vez IRÃO VÊ-LOS A SÉRIO, dos verdadeiros e dos mais modernos. Entre as freguesias não contempladas com esta infra-estrutura lamenta-se que a laboriosa freguesia da Benedita seja sempre a mais beneficiada, como agora.
Apesar de conhecer os traçados por onde passaria o TGV, o Dr. Sapinho permitiu às pessoas construírem casas nessa ampla zona, aprovando projectos, talvez porque o valor imobiliário dos terrenos e das casas, triplicava e as pessoas ficariam mais ricas e numa zona de luxo, porque como disse um dia: "Alcobaça tinha de atrair elites". Dava pena ver as pessoas chorarem como se viu na televisão quando souberam o que lhes tinha saído, provávelmente o Sr. Presidente, deveria de estar enormemente contente e a rir de regozijo por mais uma das suas grandes vitórias para o concelho! Nunca um autarca, neste município, foi tão generoso com os seus municípes, especialmente estes onde o TGV passará. Nunca em toda a história deste concelho houve um presidente que pensasse, defendesse e respeitasse tanto as populações como o Dr. Sapinho. A sua governação é tida como um paradigma que a todos ORGULHA e ESPANTA sem excepção. É de afirmar: que sorte tem o povo de Alcobaça por ter semelhante guardião.

Deve-se encomendar de imediato ao doutor Sampaio uma biografia igual à apologia que fez do presidente e das "obras" nas freguesias e da casa de venda de bicas e afins, de que é propriedade o pai do organizador da exposição Alcobaça Revisitada Vivências e Património; o próprio doutor Sampaio. Sobre as múltiplas qualidades deste evento, deve-se salientar a forma como as fotografias estavam expostas muito à semelhança das provas de fotos dos casamento de aldeia para compra dos convidados... uma exibição antológica concebida por um entendido em imagem.

Não tenho a menor dúvida que o nome do Dr. Sapinho ecoará aos quatro ventos mais que nunca. Além de ter já uma fundação com o seu nome, sou da opinião que seja recordado ainda com uma estátua em Alcobaça de preferência no Rossio e o seu nome seja recordado numa das principais artérias da capital do distrito; e porque não dar ao futuro Hospital Oeste Sul o nome de Dr. Gonçalves Sapinho?
P.S. Este texto será acrescentado logo que o meu computador esteja reparado de um grave problema e a música que devia acompanhar esta postegem tem de ser acionada no mostrador do lado direito da postagem .

40 comentários:

Lúcia Duarte - não me calo disse...

oh amigo, adorei a imagem
adorei ver um sapo de uniforme e adorei ver o tgv atravessar o deserto.
só é pena o novo terra de paixão ainda não existir quando o sapo votava no mosteiro pelo tm quando viajava para lisboa(e claro, quando conseguia fazê-lo acordado).
já agora, o porta-voz do movimento anti-tgv da benedita e o presidente que beija a bandeira nacional estão dentro deste nosso tgv?
e a paixão vai a 300km/hora?
sempre é movido a electricidade ou já é com o petróleo que descobriram em Aljubarrota?
e já agora, sabe qual a música que o nosso presidente canta aos seus vereadores? não? é o "encosta-te a mim".
e parece que resulta, não resulta?
um abraço do mosquito nº 1

O Guardião disse...

Logo agora que o sapo se preparava para apitar para a partida? É azar do gajo, que vai ter que aguardar até tudo estar em ordem.
Cumps

A. João Soares disse...

Estava a ler esta crónica elogiosa, como as de Fernão Lopes e outros elogiadores dos poderosos(!) e a pensar que lhe deviam preparar já uma estátua com a dimensão dos seus feitos. Mas, no fim, vi que a ideia já tem, pai! Força, amigos, saia daí a estátua!!!
Um abraço

No blog Do Miradouro há novos artigos

Lúcia Duarte - não me calo disse...

pois é amigos, quando eu comentei ainda não estava o texto.Ora aqui vai o resto: concordo e subscrevo a ideia da estátua em honra de tão grande benemérito para a nossa terra, em especial para com Aljubarrota, onde ele tem feito obras memoráveis.
lanço um desafio: convidar o autor da estátua da padeira de Aljubarrota a executar uma outra a colocar exactamente ao lado da desta guerreira: um sapo a falar ao tm e com a cabeça de fora de uma das janelas do tgv. de preferência com a cabeça na direcção da pá da padeira. A estátua deveria ser feita do mesmo material da sua companheira e com um espacinho para os pardais também lá fazerem ninho. que acham da ideia?
E, já agora, se não fosse muito incómodo e a câmara ainda tiver alguma verbazita disponivel mandava fazer uma placa em gesso com o nome do sapito e colocava-a na avenida principal dos Covões onde ele é adorado pelos seus habitantes (em especial, depois de ele ter batido com a porta aos senhores da rave).
quanto ao hospital vir a ter o nome da figurinha, eu não concordo. Aquilo pretende ser um espaço para cura e os doentes não têm de ainda vir a ser penalizados por mais um virus a cada vez que vissem a placa com o nome do hospital.
Vá lá, sejam bonzinhos, o homem tem feito um grande esforço, mas mesmo muito grande para segurar a protese dentária, quando range os dentes de raiva ao encontrar os mosquitos que o afrontam.

Nilson Barcelli disse...

A tua ironia ainda vai matar o Dr. Sapinho.
Eu então vai ser ele que te mata...!

Bom resto de semana, abraço.

brit com disse...

Eu não sou de Alcobaça, mas este sapo já me está a começar a chatear! Bem vi as pessoas a chorar na SIC. Vergonha, é o que é.
Continua a denunciar estas situações, António, e parabéns pela coragem!

O Guardião disse...

Um edil tão preocupado com os seus munícipes até deve ter dificuldade em deslocar-se, não vá ...
É melhor encomendar-lhe quanto antes a estátua, não vá o molde ficar danificado.
Cumps

Arte & Liberdade disse...

Portantos... parece qu Carnaval vai ser de arromba cõm o Apita U Quimboio.
Óptimo
Vamos ver se a gente se livra de vez daquela macaquice do bacalhau qéalho!

Tiago R. Cardoso disse...

Mas que grande desenvolvimento fazer com que o pessoal veja passar os comboios, muito bom...

C Valente disse...

boa imagem, esperamos que não demore muio a realizar-se, pois de promessas stamos fartos e os trajectos ainda estão nas maõs dos senhores
Saudações amigas

as-nunes disse...

Talvez que seja de adoptar uma estratégia simples:
entes de mais, vamos à estátua; depois, é só ter Fé nas capacidades do homem.
Assim é que não. Sem elogios e auto-elogios recebidos com aplausos gerais, como é que querem que o homem serene e actue?
A Bem da Nação
António Nunes

Jorge Casal disse...

Olá António,
Um cocelho dividido em dois (Este e Oeste?). Freguesias destruídas. Famílias dispersas. Imenso desperdício de terras e de florestas Ambiente completamente transtornado. Eis a OBRA. ... Para que se poupe meia hora numa viagem de «quimboio» (ou «esquimboio») Porto-Lisboa. Com tão boas auto-estradas e tantos aviões disponíveis em «low cost», eis um mar de dinheiro e um sem-número de transtornos regionais para que alguns (reformados? Velhos? Turistas, Tesos?) poupem meia hora entre Porto e Lisboa É OBRA... mas OBRA DE GENTE SUPINAMENTE ESTÚPIDA que merece ficar Nos Anais da História Nacional da Asneira. Uma das Sete Maravilhas do Disparate. O elenco camarário de Alcobaça, que devia ter-se oposto a que esta MACRO-ASNEIRA destruisse o concelho, andou adormecido (efeito do deserto que criou em frente do Mosteiro?), e só espera agora ser convidado para a primeira viagem (gratis) do inútil TRAGA-MONTES. Os munícipes escolhem elencos desses para a Câmara? Os portugueses elegem governos destes? Apanhem agora pelas trombas com o TGV traga-montes! Depois da pantomina da Ota a-todo-o-custo e do «Alcochete Jamé» têm agora o «esquimboio TGV» ... para o exercício da foto-telemóvel.
Um abraço
António

zé lérias disse...

Primeiro:
Desejo que a chata avaria da máquina esteja prestes a ser resolvida.

Quanto ao Sr. Sapinho parece continuar a ser o habilidoso que luta incansavelmente pelos interesses "reais" de alguns alcobacenses.

De saltinho em saltinho, vai levando a água ao seu moínho. O Sr. sapinho. Até quando?

Um Momento disse...

Este texto... parabéns!
Gostei imenso de ler embora não seja de Alcobaça

Deixo um beijo agradecido e votos de um bom fim de semana

(*)

Mocho-Real disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mocho-Real disse...

Meu caro António:

Fiquei definitivamente rendido à obra impoluta, desinteressada, nobre mesmo do famoso Dr. Sapinho.

Sugiro ainda, para além das homenagens aqui tão bem sugeridas, a estátua, o nome a ouro no Hospital,... sugiro, dizia, que se altere a antiga e famosa letra sobre Alcobaça, eternizada pela Maria de Lurdes Rezende - a menina feia da canção dos anos 50/60, e que reza assim:
"Quem passa por Alcobaça
Não passa sem lá voltar.
Por mais que tente e que faça,
É lembrança que não passa.
Porque não pode passar."

A minha sugestão para a nova letra de uma "remastered" versão é:
Quem passa por Alcobaça
Não passa sem lá assapar.
Por mais que tente e que faça,
É a imagem de um Sapo
Que sempre há-de recordar.


Um abraço aos alcobacenses.

Jorge G - o poeta das dúzias

al cardoso disse...

Parece-me que o vosso presidente a semelhanca de muitos outros, gosta de apresentar servico nem que seja para gastar milhoes de "Eurios", por vezes desnessarios!
Fiquei desolado quando vi o largo do Mosteiro ultimamente e o arranjo que lhe fizeram, caramba entre autarcas e arquitectos venha o diabo e escolha.
A mesma estupidez fizeram na Praca Velha, na minha cidade da Guarda.
Parece que o que esta a dar sao as lages de granito! Sera que os autarcas, engenheiros e arquitectos tem accaoes nas pedreiras e nas fabricas e acabamento de pedra?

Um abracao d'algodrense.

ANTONIO DELGADO disse...

CARA LÚCIA,
ainda bem que gostou!
Há tanto fio eléctrico no ar, em Aljubarrota, possivelmente será movido a electricidade...evitam-se mais estudos e aproveitam-se as infraestruturas existentes. Sobre a musica eu iria mais para os Pink Floid e o celébre "Money".
bjs.
António

ANTONIO DELGADO disse...

CARO GUARDIÃO,
Suponho que ele nunca teve apito embora saiba dissimular bem. Mas a verdade é que sem apito ou com apito alternativas não existem.
Um abraço
António Delgado

C Valente disse...

Tenho andado com grandes dores de laringite e uma tosse que me deixa incomodado por isso nem vontade tenho tido de ligar o PC , pois nem sei se é gripe, com os medicamentos receitados pelo medico, ainda não fez efeito, por isso não tenho aparecido
As minhas desculpas
Saudações amigas

ANTONIO DELGADO disse...

Caro A João Soares,
placas comemorativas já ele tem,por todo o concelho, umas boas dezenas ...até para assinalar que esteve num adro de uma igreja! Só me faz lembrar e no pior sentido, personagens como Sadam que marcava o território à custa da sua imagem e placas com a sua presença. Se calhar deve-se fazer uma colecta publica para a obra avançar...que lhe parece?
um abraço.
António

ANTONIO DELGADO disse...

CARA LÙCIA
O texto não estava porque tive um problema grave no computador e ainda estou sem e vai demorar tempo a arranjar e recuperar tudo, o dano foi grave! Apesar de computadores não me faltarem em casa era naquele que tinha todos os programas para trabalhar imagens videos e apresentações...estu ainda sem conrrectores.
Sobre a estátua: se for uma especiede de escultura parecida á da padeira ficará uma coisa linda.. verdadeiramente à altura do dr.. Sapinho. Sou da opinião que deve de ser um artefacto transportável e que se possa por onde se queira. Em certa medida concordo com a sua ideia do hospital. O dr. Sapinho com essas ortodontia, segundo diz, será difil ranger o dente.
Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro NILSON BARCELLI
Se assim for como dizes, deixarei de fazer qualquer observação mais...porque desejo ao Dr. Sapinho uma longa vida e cheia de saúde...até porque ele só tem capacidade de me fazer rir, fazer criar imagens e alguns t extos divertidos e dai não passa!
Se ele me quer matar o problema já será dele.
Um abraço
António

Ema Pires disse...

Gostei muito deste texto escrito com muito humor sobre o Sapinho e o TGV.
Beijinhos

ANTONIO DELGADO disse...

VIVA BRIT,

uma verdadeira vergonha de verdade! Segundo parece, o dr.Sapinho, mesmo assim foi deixando construir e licenciou casas. Se foi verdade terá sido por questões eleitoralistas? O Dr. Sapinho demitiu-se de fazer qualquer discussão com as entidades como devia, como alguém já criticou nos jornais. Depois o dr. Sapinho ainda chamou de mentirosos aos senhores da Rave. Ele pensa como pensam todos os politicos...DEIXA ANDAR, porque ha impunidade. Vamos ver se Alcobaça não fica mesmo a ver passar comboios...se calhar é essa a apetencia natural desta terr...não sei!
Bjs.
António

ANTONIO DELGADO disse...

CARO GUARDIÃO

Uma estatua para representar o dr. Sapinho teria de ser de calhão muito grande e não é qualquer um que serve.
um abraço.
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro Arte e Liberdade
Se calhar tu estás a ser profético e a musica " APITA O COMBOIO" corre o risco de se tornar no futuro hino de Alcobaça.
um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro Tiago,
Há terra assim e parece ser que Alcobaça também será.
Cordialmente
António Delgado

ANTONIO DELGADO disse...

Caro C. Valente,
parece que o sr. Sapinho já encomendou as fardas, esta é o modelo outono e inverno o modelo de Verão ainda está no segredo dos deuses..
Um abraço

ANTONIO DELGADO disse...

Caro As-Nunes,
de facto tem razão mas o elogio e o auto elogio são caracteristicas das pessoas, que vivem neste jardim à beira mar plantado, uma verdadeira patologia.... que vamos fazer? Serenidade é aquilo que não falta ao dr. Sapinho.
Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

CARO JORGE CASAL
Não merece ficar, não senhor, porque já la estão. Ontem sai no jornal Correio da Manhã. dito pelo presidente da Eurojust: PORTUGAL PAÍS DAS FRAUDES. Portugal é conhecido na eurojust ( orgão europeu de cooperação judiciária) como o país das burlas e fraudes fiscais (CM 20/1/2008) sociedade pag.19. e mais não digo.
Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

AMIGO ZÉ LÉRIAS,
A avaria está a transtornar-me muito. Não posso trabalhar porque os programas de imagem estão todosno computador que teve problemas. Se é verdade que não me faltam destes artefactos , em casa, o computador avariado (em reparação) é quase uma extensão de mim mesmo. Estou a trabalhar com um programa VISTA, num computador novo e que nem corrector tem. Sobre a postagem AGRADEÇO A SUA INESTIMAVEL AJUDA pelos dados que me enviou . Sobre o Sapinho ele é mesmo habilidoso vamos ver é se de tanta água, elemento que parece ser o seu meio natural, ele não se encharque...um abraço e obrigado Zé .

ANTONIO DELGADO disse...

Obrigado Momentos,

fico contente que tenha gostado do texto apesar de não estar no melhor momento da minha vida quanto a inspirações. Vou fazer-lhe uma confissão, eu gosto muito do seu espaço, porque tem a serenidade dos lugares espirituais que tanto gosto. Por natureza sou uma pessoa que tem necessidade de estar só a pensar, ler desenhar ou a fazer nada. Não sei viver num mundo onde pessoas me obriguem a ter de fazer isto e aqui porque é aquilo que é costume fazer. Até no amor não gosto de rotinas e obrigaçoes. Por isso, muitas vezes prefiro a solidão . No seu espaço que é em azul e esta cor é a minha cor preferida..nasci azul na agua e por vezes, quando vou ao seu blog, perco-me a imaginar como seria viver no fundo do mar como essa sereia que tem posta no lado direito.Ela retem-me a imaginação...um mundo frio por certo mas possivelmente de muita tranquilidade. O anagrama do seu blog e volto a repetir é uma das imagens mais belas que já vi nestes espaços de comunicação virtual que uns bits deixam emergir num ecrãn...
Bjs.
António

ANTONIO DELGADO disse...

CARO MOCHO REAL,

como ave da sabedoria estou inteiramente de acordo com o seu saber sobre o dr. Sapinho, ele é mesmo "impoluto, muito desiteressado e nobre nos principios" ...um verdadeiro franciscano. Ao Poeta das Dúzias, subscrevo totalmente a sugestão para ajustar à actualidade a canção da menina "feia da rádio", de preferencia em som new age ou então hard rock para ver se as pessoas despertam.
Um pequeno dado histórico que poucos sabem mesmo em Alcobaça. Foi a Cecilia Meirelles e não a Maria de Lourdes Rezende, a primeira pessoa a cantar "Quem passa por Alcobaça" mas foi a ultima a ficar associada à canção e até tem uma rua com o seu nome nesta terra...veja lá o que dá ser a menina feia da rádio e a segunda a cantar o tema.
Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

AMIGO AL CARDOSO
tal como voce ama a sua terra eu também amo a minha e este blog foi criado para colmatar uma lacuna na imprensa local. A falta de critica, sei que ele tem causado problemas. Tenho sofrido ameaças, telefonemas fora de horas, cartas anónimas até para o jornal de leiria já tentaram fazer pressão e ameaçarem que me instauravam um processo...obviamente que me tudo isto me dá gozo. Sobre as relações entre a arquitectura e a poliitica, elas de facto são muito perversas. Gastam-se milhões sem utilidade nenhuma e por preços exageradamente acima do normal 8duplicados ou triplicados), quando há carencia que o amigonem imagina no concelho mas o por é que a a lei não actua nem há fiscalização de dinheiros. Sobre as obras NÃO HÁ NINGUÉM QUE GOSTE DELAS, NO VERÃO NINGUÉM PODE ESTAR NAQUELE ESPAÇO DEVIDO AO CALOR. Os que gostam, e eu conheço alguns, têm relações obscuras com a camara ( negócios) e até pertencem a partidos da oposição ... por hoje fico-me por aqui!

um abraço
António .

ANTONIO DELGADO disse...

AMIGO C. VALENTE
primeiro a sua saúde e o blog Ecos e Comentarios para depois mas muito depois. Gosto muito de o ver neste meu espaço, mas com um SAUDE VALENTE .

aceite o meu obrigado pelo seu esforço em vir visitar-me.

Um abraço com desejos de sinceras melhoras

António.

ANTONIO DELGADO disse...

AMIGO C. VALENTE
primeiro a sua saúde e o blog Ecos e Comentarios para depois mas muito depois. Estimo e gosto muito de o ver neste meu espaço mas com uma SAÚDE VALENTE .

Aceite o meu obrigado pelo seu esforço em vir fazer a visita aos Ecos.

Um abraço com desejos de sinceras melhoras

António.

ANTONIO DELGADO disse...

VIVA EMA
por onde tens andado?

FICO CONTENTE QUE TENHAS GOSTADO APESAR DE NÃO ME ENCONTRAR NA MELHOR FORMA em termos de inspiração...MAS MELHORES DIAS VIRÃO!
BJS.
ANTÓNIO

Ludo Rex disse...

De uma governação catastrófica... Não digo mais...
Um Abraço Amigo e Fraterno

ANTONIO DELGADO disse...

Amigo Ludo,
Ele como autarca é um perito para os municipes, na união de sensações diferentes ou seja: é um sinestésico puro.

Um abraço forte, fraterno e amigo.

António