sábado, janeiro 26, 2008

MADRID

Razões de ordem profissional levaram-me até Madrid, esta semana, de onde cheguei de madrugada.

A postagem que vos apresento deveria ser acompanhada com a banda sonora do filme " AMOR EN LOS TIEMPOS DEL CÓLERA", que vi em estreia, mas razões que se prendem com um problema no meu computador, ainda não arranjado, não a posso ilustrar como gostaria. Na sua vez deixo esta apresentação do filme referido.




O Filme, como sabem, é baseada na novela de Gabriel Garcia Marquez com o mesmo título e conta a história do amor entre um rapaz e uma rapariga ao longo das suas vidas. Vidas que são cheias de histórias, dramas pessoais e politicos até um dia se juntarem finalmente. Recomendo sinceramente a película e para quem conhece o livro não será defraudado/a , na ideia que tinha da novela. O actor principal masculino, o espanhol Javier Bardem, é tido pela impressa do seu país como um sério candidato ao óscar deste ano, por esta sua interpretação. Deixo-vos então com algumas imagens avulsas da bela capital de Espanha.














































BOM FIM DE SEMANA

33 comentários:

Ludo Rex disse...

Sempre e, viagem. Muito bem. Gostei do momento dos Mariachi. O filme espero vir a ver. Vou ver se o consigo ripar.
Um Abraço Forte e Fraterno e Bom Fim de Semana

Beezzblogger disse...

Sem dúvida uma cidade excelente, e um filme que espero poder ver recentemente.

MAs o amigo, viaja muito, eu é + a base do nosso interior...

Não deixe de passar pelo ...beezzblog... e veja o que tenho lá postado sobre a saúde...

Abraços do Beezz, e boas viagens

Té la mà Maria - Reus disse...

bonita visita a Madrid, te gusto el Prado ?

saludos

pd que hacen estos mexicanos tocando en Madrid ?

Ema Pires disse...

Querido António,
Pois eu antes nao gostava de Madrid, mas começo a gostar cada vez mais quando vou; e vou là bastante pelo meu trabalho.
Ainda por cima as pessoas sao muito agradáveis... E as noites de Madrid sao uma loucura de música e de festas.
Beijinhos

Mocho-Real disse...

Finalmente algum espanhol que apareça em vez do sempre aplaudido(nunca percebi a razão) Banderas.
Julio Bardem, como actor secundário em "Onde os Fracos Não Têm Vez", dos irmãos Coen, e ainda o basco Alberto Iglesias, disputam os oscars deste ano. Em 24 de Fevereiro, em Hollywood, se saberá se conseguem alguma estatueta.

Um abraço.
Jorge G.

MARA disse...

Madrid me mata!

ANTONIO DELGADO disse...

Amigo Ludo,

Se tiveres oportunidade vê porque merece a pena. O filme tem uma fotografia muito boa e a música acasala muito bem porque o filme é de época. Sobre as viagens, faço algumas todos os anos sempre por questões profissionais e até Março tenho ainda duas mais e uma delas de medio prazo... Os Mariachis eram divertidos e estavam vestidos de gala o que animava muito a rua.

Um abraço fraterno e bom fim de semana também para ti.

António

ANTONIO DELGADO disse...

CARO BEEZZBLOGER.
Por natureza gosto muito de viajar e se ultimamente não circulei mais foi devido a um compromisso que tinha com uma namorada cuja relação terminou. Agora estou de novo mais livre para circular e cultivar-me como fazia antes. Mas algumas destas viagens são de caracter académico, como foi o caso em Madrid.

também viajo muito no interior de de Portugal e no meu também (ehehehe!)

Irei ao seu Blog.

Um abraço fraterno e bom fim de semana.

António Delgado

ANTONIO DELGADO disse...

Madrid es una ciudad interesante y con una oferta cultural muy rica.
AMIGO TE LA MA MARIA

Paso muchas horas y dias en el Prado y me gusta el arreglo que hizo Moneo . La pintura histórica decimonónica me interesa y la nueva colección enseñada al publico es muy buena. Antes solo conocia algunos ejemplares de reproduciones. Ahora hay una exposición permanente que recomiendo.

Que ahacian los mariachis en Madrid..pregunta? pues tocavan rancheras.

Un abrazo fraterno desde Portugal.

António

ANTONIO DELGADO disse...

Ola Ema,

fico contente por te ver por aqui pois ultimamente andavas muito afastada. Sei como é o teu trabalho. Sobre Madrid: De facto é uma cidade muito interessante e sabes que tenho muitos amigos/as lá. Desde que em 1987 fiz a minha primeira exposição na arco integrado na galeria NOVO SÉCULO nunca mais deixei de gostar de madri. A noite é de loucura. Desta vez não sia muito centro e aconteceu-me um episódio engraçado. Andava eu pela zona da telefónica nas minha deambulacões nocturnas, sabes como o meu espirito de morcego ou mocho é forte, quando uma menina do "trottoir", Morena tropical (cubana) pela pronuncia, me me chama " hola guapo...vien aqui" repondi-lhe que não. continuei mas seguiu-me e pôs o braço sobre o meu ombro e disse " vamos a follar? quieres que te la chupe?" contesté " que no...no tiengo ganas mi niña". Madrid Sorpreende pelo inesperado. Fiquei num bom na Gran Via perto da Casa del Libro.

Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Amigo MOCHO REAL,

Também tenho essa opinião sobre o Banderas. Mas daquilo que conheceço do marketing cultural espanhol, durante o Gonzalismo ele fez parte de uma imagem da cultura espanhola que filipe Gonzalez, teve preocupação em fazer no exterior nos vários dominios: no cinema, e como actor, coube-lhe a ele. Acho que ele não tem nem a personalidade do BARDEN nem o estilo, e como protótipo de homem iberico é mais sedutor junto do publico femenino. O banderas é mais descafeinado. Até mesmo o Imanol Arias, o inventor da série "Cuenta como fue" que corre uma versão descafeinada noa televisão portuguesa, também quando comparado com ele inferior. O Banderas apenas tem um estatuto de actor guaperas promovido pela Madona e a Melanie Griffith que
fizeram dele um icono en España e fora. Mas sobre a questão dos Óscares o Javier Barden tem muito mais hipóteses que o Alberto Iglesias. É mais conhecido e conta até com um lobby americano muito forte desde que interpretou o filme ANTES QUE ANOCHEZCA do pintor Julien Schnabel. Um filme de culto entre o movimento gay y este lobby é muito forte em Holywood...mas depois veremos!

Um abraço fraterno e bom fim de semana.
António.

ANTONIO DELGADO disse...

Cara MARA!

Será que atrai o azar?

Bom fim de semana

cordialmente
António Delgado

C Valente disse...

Boas fotos, adoro Madrid, sempre viva
Saudações amigas e boa semana

ANTONIO DELGADO disse...

Muito viva mesmo, amigo C. VALENTE.

zé lérias disse...

Depois de Paris, é Madrid que eu amo.
Que Lisboa e Porto me perdoem. Mas talvez ficam a seguir...
Um grande abraço, António

Arte & Liberdade disse...

Lavar a vista!
... fixo-me na foto da entrada do Prado, a fila. Aí estive há ums anos numa viagem determinada. Em bicha para o Velasquez às 10.30. Às 15.30 entrei finalmente na exposição. Um ver a correr, o que não é o meu jeito. Mas foi bom.

ANTONIO DELGADO disse...

Caro Zé Lérias,

E tem dois excelentes amores, em boa verdade se diga!

Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Ola Arte e Liberdade,

O Prado é das melhores Pinacoteca do mundo. E depois museus, como o Prado, na sua actividade são muito muito complexas, e num mundo globalizado e inter comunicado no qual participam muitos e diferentes agentes e instituições, este tipo de instituições já não se entende unicamente desde uma perspectiva cultural, mas numa dimensão politica e económica. Por isso estão obrigados a tomar posturas perante os desafios que a sociedade propõe. A moderna historiografia e da história de arte fizeram do Prado um verdadeiro centro de investigação, com as exposições monográficas, colectivas ou temáticas. são estes factores aqueles que fazem as bichas indeterminadas nestes espaço de referencia.

UM abraço.
António

Menina do Rio disse...

Valeu pela dica do filme e pelas imagens belissimas de Espanha.

um beijo de boa semana

david santos disse...

Olá, António.
Mas que grande trabalho em prol da nossa Madrid.
Ela merece. É, de facto, uma linda Capital da Europa.
Parabéns

Tiago R. Cardoso disse...

Muito bem, excelente...

é de facto um sitio que eu gostava de visitar.

Vladimir disse...

Madrid uma capital maravilhosa...quanto ao filme quero vê-lo quanto antes, porque pura e simplesmente devorei a obra em que se baseia...

Zé Povinho disse...

Vê-se que a ASAE espanhola anda distraída, porque as bancas de rua continuam exactamente no lugar habitual. Será que vi bem e a Fernanda Montenegro também faz uma perninha no filme?
O amigo anda por lugares bem interessantes, vejo-o pelas boas fotografias que aqui deixou.
Abraço do Zé

ANTONIO DELGADO disse...

Viva MENINA DO RIO,

como Cinefilo recomendo o filme e Madrid é uma cidade muito fotogénica também muito recomendável.

Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Viva AMIGO DAVID,
Madrid é def acto uma grande capital europeia, disso não tenhamos dúvidas. Em termos culturais há de tudo em quantidade e qualidade...ya las madrileñas?...bueno es mejor ni contar!

Un abrazo.
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro TIAGO CARDOSO
...Se não conhece não desperdice quando surja a oportunidade, e a capital esta aqui ao lado a 5 horas de carro e a 90 euros ida e volta de avião...estes preços tem de se vigiar em determinadas companhias de "Low Cost"...

Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro Vladimir,
De Madrid já não irei dizer mais nada senão ainda me acusam de publicidade anti portuguesa, ou então que sou pró Sócrates, por causa daquelas afirmações suas: aminha prioridade é ESPANHA ;ESPANHA;ESPANHA.
"Amor em tem tempo de Colera" é de facto uma obra literária envolvente e com monologos extraordinários, aliás como todas as obras de Garcia Marquez. Recomendo o filme porque não defrauda em nada quem leu a novela e também porque o realizador seguiu muito bem o "story board" de Garcia Marquez.

Um abraço
António Delgado

Paulo Vilmar disse...

Antonio!
Belas fotos! acho que a escolha de Julio Bardem foi muito boa(temia um Banderas)! Amante que sou da Obra de Garcia Marques, aguardo o filme...
Abraços.

ANTONIO DELGADO disse...

AMIGO ZÉ POVINHO.

Sobre a Asae tive precisamente vários comentários com uma colega do ISCTE que me acompanhou, nas deambulações nocturnas e diurnas, precisamente sobre isso. Há muitos Colombianos a venderem castanhas em Jornal e milho assado que se segurava em papel( especie de papel pardo) e batata doce assada dada em papel de metal... estavam em pleno dia como o seu "chiringuito", na Moncloa, Em frente ao Prado; Nas Portas del SOL e na Cibeles...como nos rimos sobre isso e da ESAE.
Sobre a Fernanda Montenegro...sim é ela e faz o papel da mãe de Florentino Ariza heroi da história( Javier Barden).

Os lugares são interessantes mas a viagem foi neste caso de trabalho e como sou um amador da imagem não tento não não perder nada.

Um abraço.
António

ANTONIO DELGADO disse...

Caro PAULO VILMAR,

Recomendo sinceramente o fileme e tem uma conterranea sua a Fernanda Montenegro no papel da mãe de Florentino Ariza herói da história( Javier Barden).
Um abraço
António

papagueno disse...

Se há uma coisa que eu gosto em Madrid é que ainda há cinemas há antiga com grandes cartazes e fora dos centros comerciais.
Um abraço

ANTONIO DELGADO disse...

Olá PAPAGUENO

Os cinemas desse tipo estão todos na Gran Via que é a zona de excelencia destas casas de espectaculo. Os anúncios dão de facto um efeito visual muito engraçado a qualquer cidade. Recordo Lisboa com uma série de cinemas e teatros com cartazes desse tipo: Monumental, Eden,S. Jorge, politiema... e muitos mais! Curiosamente todos na confluencia e nas alas de grandes arterias de Lisboa como no caso de Madrid. A moda dos centros comerciais não pegou muito em Espanha, apesar de haver alguns, mas não com esse sentido quase exclusivista para suprimir o museu, o teatro o cimena,o espectaculo de musica etc, como acontece por cá e onde a ida domingueira ao CC se tornou um passeio de tristes como se afirma entre alguns...questão de cultura.

Um abraço.
António Delgado

filomeno2006 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.