sábado, abril 21, 2007

CÓDIGO DE CONDUTA para BLOGGERS

O cartoon* com a imagem do "Troll" é do Neomeme
"Tim O'Reilly, criador do termo Web 2.0 e Jimmy Wales, um dos fundadores da enciclopédia on-line Wikipédia, tiveram a ideia de criar um Código de Conduta para os Bloggers. Segue sua versão simplificada em português, feita por Eduardo Favaretto, baseado no documento disponível na Wikipédia.

Nós comemoramos a Blogosfera porque ela envolve uma conversa franca e aberta. Mas a falta de franqueza não deve significar falta de civismo. Nós apresentamos este Código de Conduta para Bloggers na esperança de ajudar a criar uma cultura que encoraje a expressão pessoal e a conversa construtiva.
Alguém pode discordar, mas não necessita de ser desagradável e mal-educado.

1. Nós temos a responsabilidade de expressarmos pelas nossas próprias palavras e reservamos o direito de restringir comentários no nosso blog que não estejam conforme aos padrões básicos de civismo.
2. Nós não dizemos nada on-line que não diríamos pessoalmente.
3. Se os conflitos aumentarem de intensidade, nós entraremos em contacto pessoalmente antes de responder publicamente.
4. Quando nós acreditarmos que alguém está sendo atacado por um outro injustamente, nós tomaremos alguma providência.
5. Nós não permitiremos comentários anónimos, mas permitiremos comentários com nicknames.
6. Nós ignoraremos os trolls*
[* nota da versão em português] Troll: designa uma pessoa ou grupo cujo comportamento tende sistematicamente a enfurecer ou provocar as pessoas numa discussão. O Troll costuma deixar comentários provocadores ou difamatórios nos blogs.
7. Nós incentivaremos os Bloggers quanto à imposição mais rigorosa destas condições de serviço."
Ps. Bom fim de semana a todos os leitores e comentadores.

28 comentários:

José Alberto Vasco disse...

Tudo o que possa contribuir para melhorar a qualidade e a credibilidade da Blogosfera é sempre bem-vindo. Penso que os comentadores anónimos e os "trolls" são dois claros inimigos da Liberdade e da Democracia na Blogosfera, nomeadamente servindo-se do anonimato para todo o tipo de comentários e acusações infundadas. Será também contra esse tipo de comportamentos que se baterá o encontro de bloggers A Blogosfera Alcobacense Desce À Cidade... Na Escola Adães Bermudes, em Alcobaça, no próximo dia 12 de Maio!

Joaquim Marques disse...

Caro António Delgado

Acho muito util e interessante esta postagem e este codigo de conduta. De facto presume-se que o acesso à internet e a consequente presença ou participação nos blogs é feito por pessoas com alguma cultura. Logo nunca será demais apelar e fomentar o civismo. Só precisaria de recorrer ao insulto e à ofensa quem fosse destituido desse sentido de civismo para que este codigo de conduta apela. Como por vezes os comportamentos não são os que esperamos o apelo ao bom senso expresso neste codigo pode ser util. E isso em nada choca com a discussão nem com o espiritico critico.

Ludovicus Rex disse...

Bom artigo, uma necessidade na Blogosfera.
Concordo com o José Alberto Vasco,
os "trolls" são claros inimigos da Liberdade e da Democracia na Blogosfera.

Um Abraço e Bom fim de Semana

Ludovicus Rex disse...

Já Agora, a música é encantadora. Um abraço fraterno

Antonio Delgado disse...

Caro José, subscrevo plenamente as suas palavras e não sabe como este blog tem sido atacado precisamente por pessoas que não conhecem o Sol nem a luz do dia. São os tais inimigos da democracia e de causas que podem interressar a todos. E é pena que alguns, os conhecidos, até estejam afectos a partidos. Como já disse neste espaço nada tenho contra anónimos e alguns já comentaram aqui e espero que continuem mas sempre dentro dos limites da lisura. Estou a fazer tudo para estar presente. Um abraço

Antonio Delgado disse...

Caro Joaquim,
Subscrevo plenamente aquilo que dizes e tenho pena que no caso de Alcobaça as pessoas não sejam LIVRES, para poderem criticar e do a critica, ser nessa terra que é a minha, entendida como ofensa pessoal. Realidade muito caracteristico em mentalidades pouco desenvolvidas! Este código de conduta é um bom instrumento e ajuda a separar o trigo do Joio. Um abraço

Ps. Como deves de ter reparado já tenho o teu excelente e util blog (Oposição nas Freguesias) anunciado na lista das minhas preferencias há vários dias.
http://oposicao_nas_freguesias.blogs.sapo.pt/

Antonio Delgado disse...

Caro Ludovicus eu também concordo com o José e além disso tenho mesmo sentido na pele esses ataques: bem eu e uma amiga muito especial! Essa realidade está bem demonstrado na postagem CURIOSIDADES e o pior é ser um grupinho de pessoas ( 2 ou 3) afectas a um partido...
Um abraço fraterno.
Antonio

Alzira disse...

Já conhecia o Código de Conduta que apresentas porque o vi e li num dos blogs do Ludovicus.
Acho que fizeste bem em colocá-lo também neste espaço.
Como diz o Joaquim, e bem, é importante que as pessoas saibam e conheçam os seus direitos e deveres.
Bom Fim de Semana para todos.

Joaquim Marques disse...

António Delgado


Quanto ao espírito crítico que dizes que falta em Alcobaça, acredito que tens alguma razão. Mas tudo isso é fruto de um historial de formação humana, que terá gerado uma forma e modo de ser genérico da nossa população. Daí que de uma forma genérica possas apontar a tal dita mentalidade pouco desenvolvida.
No entanto não poderás mudar esta mentalidade com um simples click, um estalar de dedos, ou carregando num botão. As mentalidades não se mudam transformam-se, e as transformações são um processo de maturação lento.
Também não conseguiras promover a transformação das mentalidades à força, impondo-lhes outros conceitos, nem poderás afrontar as pessoas. Tudo passará por um lento processo de maturação. Se assim não for as pessoas fecham-se e não se abrem à mudança. Logo o mais seguro será olhar para Alcobaça e dar-lhe tempo, meios e espaço e contribuindo para que as mentalidades se possam desenvolver.

Vi que colocas-te o meu esboço de blog na tua lista de referências, e agradeço.
Naturalmente que se trata de um espaço de reflexão muito especifico, logo para um publico especifico e por isso restrito. Tanto mais que nas freguesias a oposição e feita, na grande generalidade por pessoas onde escasseiam os conhecimentos e a cultura.
Na sua grande maioria as pessoas que ficam na oposição nas freguesias, são arrebanhadas pelos partidos políticos, que usam as pessoas para lhes servirem de tranpolins e depois esquecem-nas. Os partidos usam as pessoas como preservativos, usam e deitam fora. Estas pessoas na sua grande maioria nunca participaram numa simples sessão de formação e tudo o que fazem é de uma forma empírica e amadora. Mas, deixo esta discussão para outro lado.

A. João Soares disse...

Gostei do Código e dos comentários. A blogosfera está ter um valor crescente na apreciação dos factos que ocorrem na sociedade. Permite uma interacção que facilita o debate de ideias sempre muito salutar se for feito com civismo. Quem não concorda com a ideia que lê tem o direito de argumentar com as suas ideias sem ofender os outros. O pior são aqueles que não possuem ideias nem civismo e são levados pelo fanatismo, o partidarismo ou o clubismo a ofender os outros.
Respeitando os outros consegue-se debater ideias de forma enriquecedora e construtiva.

Abraços

Mário Margaride disse...

Olá António,

Efectivamente: é bem preciso esse código de conduta. A questão, é quem a cumprirá? Esse é que é o problema...

Mas estou aqui para ajudar, nessa dura tarefa.

Um excelente fim de semana

Abraço

maria disse...

Muito na ordem do dia, esta questão ética. A blogosfera é, na minha modestíssima opinião, um meio de transmissão de conhecimentos privilegiado nos nossos dias. A liberdade de expressão, e até de identidade, é uma das suas características. O que obviamente não quer dizer que não tenha dignidade e princípios ou será facilmente desvalorizada e desacreditada. Seja sempre bem vindo quem vier por bem...

Antonio Delgado disse...

Caro Joaquim,
já nos conhecemos há muito, colaboramos na imprensa local e sabes que a minha maneira de observar as coisas muitas vezes passa por dize-las de choque. Não sou pessoa de conversas circulares, não gosto de realidades dúbias e sobretudo quando algumas são obvias demais para não se verem ou então tentam malevolamente oculta-las ...ai sabes que sou o primeiro a saltar! Diz-se que Portugal é um país de poetas e eu acredito que sim! Mas em pequeno fui obrigado a decorar páginas e páginas de poesia, nos livros de leitura e hoje em dia não lhe acho graça nenhuma...a poetas obviamente! Porque a poesia é uma sublime forma de transmitir ideias e de arte, os poetas são tecnocratas da palavra e disso não passam. Na questão da crítica eu não quero mudar ninguém e longe de mim tal ideia. Mas enquanto cidadão de um estado de direito posso e devo fazer critica, mostrando pontos de vista alternativos porque ao contrario daquilo que se possa pensar a critica, em si, já é uma alternativa. Por isso é meu dever, é dever de qualquer cidadão ter a liberdade para criticar e quando não existe essa liberdade ela deve-se conquistar nem que seja à força. A história tem muitos exemplos e dentro em breve comemorarás uma data que pode ser referencia daquilo que afirmo. Mas entre palpites o silencia e a critica prefiro esta porque pode apresentar alternativas as outras representam-se única e exclusivamente a si própria...! Para terminar deixo-te esta reflexão/pergunta sobre critica de Edward Said ( um palestino/americano especialista e em literatura e teorias pos-colonial) que narra o seguinte: " QUE É NO FUNDO A CONSCIÊNCIA CRITICA SENÃO UMA IMPARÁVEL PREDILECÇÃO PELAS ALTERNATIVAS? ...No caso de Alcobaça é legitimo perguntar será que as pessoas querem ou ambicionam alternativas para a sua terra. E como os factos passam do micro para o macro pergunto...e o país também as quer ou prefere-se esse MODUS VIVENDIS lento e arrastado onde nada se passa e altera como qualquer corpo inanimado que bóia ao decima da agua e só se desloca levado em deriva?

Um sempre abraço fraternal
António

Freyja disse...

Antonio
el mundo de blogosfera es un mundo de compartir y no de competir como muchas personas lo hacen
yo creo que los cobardes de esconden en anonimos y atacan con comentarios que crean confictos y molestan
la libertad de expresion de cada persona esta pero con mucho respeto a los demas
ademas siempre encontraremos personas que no saben respetar a nadie
personalmente nunca he tenido problemas en blogosfera, pero si he visto la competencia y los ataques anonimos en otras personas
gracias amigo por tus saludos en Blog Freyja
un abrazo grande y un buen fin de semana
besitos


besos y sueños

Antonio Delgado disse...

Pois sim Alzira,
o amigo Ludovicus Rex teve a amabilidade de envia-lo e não perdi a oportunidade para divulgá-lo. Mas quero deixa-lo como ele fez, no seu blog, em exposição constante do lado direito.
beijos
Antonio

Antonio Delgado disse...

é mesmo assim como diz Amigo A. João Soares. E posso dizer-lhe que houve entre novembro de 2006 e janeiro de 2007 um ataque a este blog que em em cada 10 comentarios cinco eram de ofensas pessoais e à minha mãe.
Um abraço fraterno
António Delgado

Antonio Delgado disse...

Amigo Mario Margaride,

a sua ajuda é imprescendivel e a divulgação deste código nos nosso blogs será um grande contributo.

Um abraço bem fraterno
Antonio

Antonio Delgado disse...

Estimada Maria,

subscrevo totalmente o que afirma. Alias a primeira vez que vi este código foi no blog amigo " A Minha Matilde e Cº." onde no meu comentário deixe expresso estar de acordo com um ponto de vista sobre anónimos que a Maria tinha deixado.

Um abraço e continuação de bom fim de semana.

Cordialmente
Antonio Delgado

Antonio Delgado disse...

Hola Freyja

Gracias por tu preclaras ideas sobre el tema del condigo de conduta. Hubo un tiempo en el que fue atacado por mi intervención civica de critica à la politica del pueblo (Alcobaça), pienso que ya entenderon que no me bajo y hojo conmigo.
Igual no sepas pero esta es mi costilla (gallega!?,castellana!?, basca!?,andaluza!?" ser muy visceral con las cosas que pienso que estan mal y despues no tiengo pelos en la lengua.
Un beso con fuerte aroma a mar y mistério como el titulo de tu post!

continuación de buen fin de semana
besitos
Antonio

Freyja disse...

Querido Antonio
Admiro tu valentia y tu forma de pensar, que nunca nadie calle lo que gritas y lo que sientes
menos en la politica, todos somos libres de pensar y sentir
recuerda que solo los cobardes se esconden y no aceptan a los demas en su forma de pensar
siempre luchamos por la libertad y merecemos la libertad, asi que adelante a seguir luchando
gracias por tus saludos, mientras yo disfruto de mis sueños y me envuelvo el letras dejando hablar el alma
las imagenes que ocupo en lo que escribo siempre trato que vayan en relacion al texto, buscando dejar hablar en imagenes tambien mis sentimientos
gracias y un buen fin de semana desde el ultimo lugar del mundo, donde el otoño danza entre hojas, viento y frio
besitos


besos y sueños

lucia duarte disse...

olá antónio
o código de conduta está em cada um de nós.
não está só no que dizemos, está mais em como o praticamos.
a mentalidade em Alcobaça não é muito diferente da de outras terras e deve tentar ser mudada pelos nossos gestos e condutas diárias.
não se pode abrir a cabeça das pessoas e mudar a sua maneira de pensar. temos de usar condutas que as levem a pensar sobre a forma como agem e o porquê de agirmos de maneira diferente.
não estamos só a educar uma criança de berço, estamos a mexer com pessoas com as suas vivencias e modos de estar, pensar e sentir já muito enraizados.
o que me custa é estar sempre a ouvir: " a mentalidade em Alcobaça é assim" - porque não é! a mentalidade em alcobaça somos todos nós!
um abraço e bom fim de semana
Lúcia

Túlio Hostílio disse...

vamos a ver se isto não descamba nalguma polícia do pensamento....

david santos disse...

22 de abril, día de la tierra. Quién no la respeta, no respeta la humanidad.
22 of April, day of the land. Who does not respect it, does not respect the humanity.

22 d'avril, jour de la terre. Qui ne la respecte pas, ne respecte pas l'humanité.
22 نيسان يوم الارض. فمن لا يحترم ومن لا يحترم الانسانيه.
22 von April, Tag des Landes. Wer es nicht respektiert, respektiert nicht die Menschlichkeit
22日,一天的土地. 谁不尊重,不尊重人性. 4月の22、土地の日。
4月の22、土地の日。 それを尊重しないかだれが、人間性を尊重しない。
22 апреля - День земли. Кто не уважает его, не уважать человечество.
22 de Abril, dia da terra, quem não a respeita, não respeita a humanidade
22 της ημέραης Απριλίου, του εδάφους, που δεν το σέβονται, δεν σέβονται το Ανθρωπότητα
David Santos

sonhadora disse...

beijinhos embrulhados em abraços

Anónimo disse...

Bom (post) este teu envio do código António. Foi assim uma espécie de ar de civilização, depois daqueles bafos de tralha nas curiosidades.

...meia dúzia de palavras...>
Um código nunca é coisa pessoal.
Tem que ser no mínimo de dois.
"O meu código" é coisa que não existe...
....Talvez ? A não ser que eu o escreva... aí já é outra coisa, porque então há dois... o eu que era e escrevi e o eu que leio agora e esses dois acordam, por escrito. O código é sempre escrito .
Tenho-me perguntado se isto dos blogs não será mesmo isso, um exercício de diálogo de espelho, a divisão em dois, sendo que um deles é sempre imaterial. O texto aqui é esse eu de diálogo do encontro consigo, mesmo dividido em dois, apenas pela materialização em letra.
Demorei um pouco mais porque, fui espreitar o mais antigo código, o de Hamurabi .. claro que tb passei pelo cód. postal... refere ajuda, organiza na distribuição.
E assim temos que repensar os números e o conceito de unidade de um para dois. Dois deverá ser a unidade... hmmm (esta reflexão não é original...)
Não precisam de responder a isto...
mas de qualquer maneira... que vos divirta, serenamente.
Boas... para hora em que estiverem e meia+1 abraçoo para o António.
contas certas ... 3!
JLQMM

Jose Gonçalves disse...

Amigo António

Desconhecia por completo a existência deste código.

Acho-o não só importante como imprescindivel.

No entanto, para mim o meu código de conduta já era suficiente.

Um abraço
José Gonçalves

Antonio Delgado disse...

Caros eu também penso que todos temos um codigo de conduta. Tal como no direito a lei não e para quem pratica a norma social mas o contrario.

Antonio Delgado disse...

Caro Tulio Hostilio
obrigado por visitar este blog e por postar...sobre policia de pensamento ela existe nos costumes e normas sociais mas naqueles pontos não legislados. ir de encarnado a um funeral, um homem vestir completamente de rosa. uma mulher beber vinho numa taberna etc etc. Quanto mais vizinhança possamos ter com as pessoas mais a policia de pensamento existe.