terça-feira, maio 08, 2007

LAPIDADA POR AMAR


MOMENTOS EM QUE TENHO VERGONHA DE SER HUMANO, NÃO PELA NOTICIA DO JORNAL O EL PAIS MAS PELA PROEZA DOS "CAVERNICULAS" QUE MOTIVARAM A NOTICIA E QUANDO VEJO A NECESSIDADE DE SE PROCURAR VIDA INTELIGENTE, NOUTROS PLANETAS, TENHO DE CONCLUIR QUE RAZÃO NISSO PORQUE NESTE PARECE QUE NÃO MESMO NENHUMA!
A noticia da lapidação está igualmente difundida no blog amigo MOMENTOS & DOCUMENTOS .
Amnistia Internacional
Vídeos - Barbárie e Selvajaria Civilizacional Aviso: os seguintes vídeos mostram imagens atrozes. A selvagem agonia e morte da jovem Doaa Aswad Dekhil.
*É imperativo que se denuncie, é nosso dever lutar pelos Direitos da Mulher e denunciar a Barbárie.
Não Fiques Indiferente!
Texto e videos enviados pelo Amigo Ludovicus Rex
É de denunciar que na India, certas práticas ancestrais fazem queimar a mulher viva , na pira, junto ao marido quando este falece.
AMBOS CASOS (LAPIDAR E QUEIMAR) SÃO HORROROSO E REPUGNANTES PARA SEREM CONCEBIDOS POR SERES HUMANOS.

alguns links sobre este último tema.

21 comentários:

Ludovicus Rex disse...

É nosso dever denunciar e estarmos com as as Mulheres e Pelos Seus Direitos.
Urge denunciar! Urge Proteger!


Um Abraço

papagueno disse...

Vergonhoso!

Antonio Delgado disse...

Caro Ludovicus,

Tal como deixei expresso no teu blog, tinha receio em fazer uma postagem sobre a noticia devido a puder causar odios em relação aos arabes, porque a falta de conhecimento sobre as culturas que esta designação alberga (arabes).
Foi devido às mulheres que divulguei a noticia. No principio foi ideia minha fazer uma postagem mas falei primeiramente ao telefone, com uma amiga de madrid e ela comentou-me que o facto é barbaro em si mas a noticia poderá criar mais odio em relação aos Arabes e deve de ser evitado. Depois o titulo em primeira pagina diz o seguinte: " Lapidada por Adoradores do Diabo". E em Espanha cada palavra é escalpelizada no seu sentido semantica e ideologico...estas a ver o filme não estas? É que os jornais espanhois assumem as suas ideologias não fazem noticias veladas como em Portugal, no entanto enviei para todos os amigos e alguns jornais.
Mas enchi-me de coragem para fazer o post depois de ver o teu.
Um abraço.

Antonio Delgado disse...

Papagueno,
Animalesco directamente do paleolitico inferior.

MariaFaia disse...

Lutemos todos contra estas barbaridades promovendo uma cultura de Paz, Amor, Perdão e Verdade.

lucia duarte disse...

eu não tenho ódio aos árabes pelo que eles fazem às mulheres mas fiquei chocada por este tipo de atitudes ainda serem possiveis nesta altura.
mas isto não é muito diferente do que ainda se passa 8mesmo em Portugal), em centenas de lares e na obscuridade.
há muitos séculos atrás, a mulher era simbolo de força - era ela que gerava novas vidas.
mais tarde, começou a tomar-se consciência que isto só era possivel porque o homem teria a sua participação na procriação. desde aí, achou-se no direito de tomar conta das vidas dos seres do sexo feminino.
justo? claro que não!
por isso, deixo-vos para reflexão um poema que me foi enviado por uma pessoa que pensa como eu:
"cuidado quando se faz chorar uma mulher,
pois Deus conta as lágrimas.
A mulher foi feita da costela do homem,
não dos pés, para ser espezinhada,
nem da cabeça, para ser superior
mas sim, do seu lado,
para ser igual!
debaixo do braço, para ser protegida e...
do lado do coração para ser amada!


felizmente, já há HOMENS que são seres HUMANOS e que nos olham como companheiras.
as nossas vozes têm de ser elevadas, como elevadas devem ser os nossos padrões de vida!

A. João Soares disse...

Os humanos têm comportamentos piores que muitos animais ditos selvagens. Há muitos casos por cá de pedofilia, de violência contra crianças, idosos doentes, mulheres, etc Perdeu-se o respeito pela vida, pelos outros, o civismo, os valores éticos e morais, etc.
Cada religião e cada civilização tem os seus hábitos, mas nenhuma é perfeita.
Há que denunciar cada caso que se conheça. A resignação é um suicídio permanente. Devemos lutar contra o conformismo. O silêncio é conivência. Temos que denunciar o que estiver mal, em qualquer sector da vida em sociedade.
Parabéns por dar publicidade a este crime.
Um abraço

Mário Margaride disse...

Olá António,
De facto, quando o fundamentalismo religioso se sobrepõe à racionalidade e aos direitos humanos. Há que questionar para que servem as religiões, seitas ou como lhes queiram chamar. É inadmissível em pleno ano 2007!

Um abraço

Sara disse...

Arrepiante...
É caso para ter vergonha da nossa condição humana!

ORTOGAL disse...

Só uma palavra: vergonhoso.

raquel Moniz disse...

Não consigo compreender!

Ludovicus Rex disse...

Estes videos deixaram-me em estado de choque e deveras revoltado com tal barbárie.
Como se pode assassinar alguém asssim e por amar?
Sem mais palavras...


--
Um Abraço

Jose Gonçalves disse...

Apenas chocante e vergonhoso.

A única coisa que me vem á cabeça é a revolta.

Lamento desiludi-los mas a vontade que tenho era a de poder fazer justiça por minhas mãos.

Lamento dizer isto mas é o que sinto.

José Gonçalves

XRéis disse...

Como já disse ao Ludovicus, Cabe-me apenas dizer que são Culturas difrentes e que estão enraizadas de tal forma que são muito dificeis de mudar, como se diz por aqui são culturas do “Arco da velha”, o que não invalida que se denunciem os mais possivel para podermos criar “fendas” para que essa abertura se torne cada vez maior. Se conseguir vou tentar fazer também um post.

Ludovicus Rex disse...

Meu Amigo, tais relatos são de 'Bradar aos Céus' - Quando num dos artigos, leio que - ...foi o filho mais velho, quem acendeu o fogo, na presença do mais jovem, e que ninguém fez nada para salvar Kutti, quando esta começou a gritar... - a minha revolta aumenta. Só penso em, Barbárie e Selvajaria.

--
Um Abraço

Antonio Delgado disse...

Querido Ludovicus tal como tu eu também "Só penso em, Barbárie e Selvajaria". Posso-te dizer que me doutorei com uma tese sobre " A estética da morte " e foquei vários aspectos relacionados com a morte e a mulher e foquei algumas praticas de aniquilamento. E defendi que o luto e a ideia que circulava, faz algum tempo, ser mal visto em certas culturas, a mulher voltar a casar-se, perpetuava este tipo de assassinato mas de forma "simbólica". Todo porque a mulher não podia usufruir do seu corpo de pleno direito, este morria para vida ou a procriação, por "pertencer" a um morto e depois por pertencer à cultura que legitimava certas conveções . Este ponto de vista levantou uma polémica entre os membros do juri que não sabes! Uns a concordar e outros a acharem que era um ponto de vista que estava na moda...alguém no publico, perguntou NA MODA!?

Como talvez possas calcular tenho uma boa colecção deste tipo de dados e actuais...E são verdadeiramente repugnantes e como muito bem dizes são uma verdadeira "Barbárie e Selvajaria"!

Maria disse...

Trabalho e estudo direitos humanos. Que humanos somos nós, que coexistimos com estas realidades? Urge falar. Bons links, informar é MUITO necessário. Um abraço.

Antonio Delgado disse...

Estimadada SAra e Ortugal,

De facto como bem expremiram é arripiante e vergonhoso.

um abraço

Antonio Delgado disse...

Querido Jorge Gonçalves não é desiludir é o instinto da violencia provocar mais violencia . Foi esse o meu sentimento quando comprei o EL PAIS e leio a noticia. Passou-me uma revolta por todo o corpo que não podes calcular e sabes muito bem quanto sou pacifico.

Um abraço

Antonio Delgado disse...

Estimada XREIS,

Pois sim e essa mudança tem de ser feita por uma implusão no interior da propria cultura . E para ter um principio é necessário fazer ve-la ao espelho. Denunciar estas barbaridades pode ser bem um começo!

Antonio Delgado disse...

Estimada Maria,

obrigado pela tua postagem e realmente muito temos de fazer na area dos direitos humanos. A tua pergunta é muito pertinentente e faço-a a mim mesmo, várias vezes, quando vejo um noticiario ou leio um jornal. Sobre os links eles são parte de uma mostra que poderia ser maaior e mais barbara.

um abraço
António