sexta-feira, setembro 14, 2007

SAPINHO CONVERTE-SE AO BUDISMO

Com mais uma das suas estiradas populistas para agradar tanto à direita, ao centro como à esquerda, Sapinho converte-se ao budismo e recebe o líder espiritual tibetano com a dignidade que este merece. Mostrando desta maneira, o seu sentido democrático em relação a outras religiões, é por isso que Alcobaça foi é e será sempre uma terra exemplar. Não como o país onde grande parte dos responsáveis políticos se desculparam, para não receber oficialmente o Dalai Lama! Afinal o Dr. Sapinho é um homem de carácter, tem sentido comum e sabe estar como deve e no momento certo: um verdadeiro homem de Estado que até vai dormir para o trabalho .

Por outro lado, o presidente da câmara, terá falado ao líder Budista para revitalizar o Mosteiro. Ter-lhe-á oferecido a ocupação do imóvel e à sua comunidade. Tudo isto independentemente da China persistir ou não, na descaracterização do Tibete, do idioma tibetano, do Budismo ou perseguir pessoas dessa comunidade. Referiu ainda que pretende mostrar Alcobaça como um terra solidária e que estima a pluralidade e a diferença dos demais, onde a mentalidade não é a preto e branco como a sua. Também terá referido que a vinda do Dalai Lama, para Alcobaça, beneficiará enormemente o turismo e o comércio local, além de ser um boa oportunidade para ver, por estas bandas, o actor Richard Gere.

Pretende-se pois, uma “terra de cultura e de alto gabarito turístico..."
...Vamos ver se é desta!
Bom fim de semana!

11 comentários:

Beezzblogger disse...

Ora pois então, o sapinho, ainda estará convencido que um dia será príncepe...

Abraços do beezz

lucia duarte disse...

olá meus amigos, tenho estado de férias e não sabia das novidades.
olá beezzblogger - não sei se o "nosso" sapo algum dia chegará a principe, talvez lá para as bandas da (in)cultura... mas já inaugurou o seu palacete real - mesmo junto á ala sul do mosteiro - ele inaugurou o alivio dos turistas, que, talvez um dia, alguem veja que é o único retiro espiritual deste sapo...

ANTONIO DELGADO disse...

amigo Beezzblogger,
seja bem vindo aos Ecos e Comentarios e irei fazer um link do seu blog. Espero poder encontra-lo muito mais vezes por este modesto canto.

A. João Soares disse...

Assim é que se dão lições a S. Bento e Belém. Para o desenvolvimento autárquico é preciso ter imaginação, criatividade e não alinhar nas carneiradas preconceituosas e rotineiras.
Estou já a imaginar Alcobaça, centro de peregrinações de todo o Mundo. Nem Fátima nem Meca se lhe comparam.
E em cada peregrinação, o Príncipe, ao lado do Dalai Lama, ou em substituição deste, dará os seus doutor conselhos aos crentes!!! Todo o Mundo irá melhorar.
Parabéns a Alcobaça.
A. João Soares
Do Mirante

(.) disse...

Deixo-vos o e-mail que enviei hoje à Rádio Cister no qual pedia a correcção das palavras que puseram na minha boca e que não correspondem minimamente à verdade da entrevista que dei por telefone há alguns dias atrás:

Prezados amigos,

Ao ler a notícia hoje publicada no vosso site em http://www.cister.fm/, verifico que me é feita uma referência a propósito dos traçados do TGV no concelho de Alcobaça que é absolutamente incorrecta e que, por isso, exige o exercício do meu direito de resposta. Como claramente escrevi no meu blog, e que vos peço que releiam:

http://ambialcobaca.blogspot.com/2007/09/falando-ao-vento-v-o-tgv-e-benedita-com.html

Aquilo que há mais de dois anos foi apresentado ao Dr. Sapinho pela RAVE foram possibilidades alternativas de traçado a considerar posteriormente em fase de EIA, tal como veio a acontecer, sendo que uma das muitas alternativas propostas contemplava de facto uma passagem pelo interior da malha urbana da Benedita. O Dr. Sapinho olhou apenas para essa e escusando as restantes declarou que era absolutamente contra um traçado (hipotético, entenda-se) que atravessava a Benedita. A vossa notícia errou no sentido em que criou nos ouvintes a ideia de que nunca havia sido considerada a possibilidade, coisa que eu nunca afirmei. O que disse, e repito-o, foi que se tratavam de várias possibilidades e que como tal nunca esteve dado como definitivo o traçado que atravessava a malha urbana da Benedita como o mais favorável ao projecto.

Pedia-vos pois esta correcção importante para que permeça a verdade daquilo que foi dito e não um suposto engano de alguém que, como eu, tive importantes responsabilidades no projecto.

Com os melhores cumprimentos,

Valdemar Rodrigues

Beezzblogger disse...

Claro que virei, pois cá estou, e já agora parabéns pela música, lindíssima...

Voltarei a ver mais um pouco, amigo António.

Abraços do beezz

C Valente disse...

Alcobaça é terra de boa gente,
Bom fim de semana
Saudações amigas

Ema Pires disse...

Com essa túnica, esse Sr. Sapinho poderia ir perderse pelo Tibet e nao voltar.

J.G. disse...

Pelos vistos, continua a boa "governaça" aí por Alcobaça.
E quem por lá passa terá então um mosteiro budista por obra e graça do pluralismo religioso de seu senhor Presidente Budadazinho!

Parabéns à comunidade! Finalmente, o Mosteiro será rentável e conhecido em todo o mundo!

Um abraço.

lucia duarte disse...

olá j.g.
o mosteiro é rentável. é só ver as estatisticas.
o problema é: o que é que o instituto do património faz ao dinheiro que recebe das visitas e dos eventos que se realizam no nosso mosteiro?
Não chega para não deixar cair parte da ala norte?
o meu medo é que, aquele belo património mundial se venha a tornar, qualquer dia, no palco da feira de s. bernardo, com cuequinhas a 5€ lá penduradas e tudo.
não sei se não vem cá há muito tempo mas, há já um espaço que me causa preocupação pois já se estar a transformar numa feira...
Eu, até sou das que acha que a arte e, em especial a arte ao vivo, poderiam estar representadas no mosteiro mas, com dignidade e sem popularismos desnecessários.

Ludovicus Rex disse...

Esse sapinho...esse sapão... qualquer dia dá um trambolhão...
Um Abraço